sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Filme: Violência Gratuita

Hoje assisti ao filme Violência Gratuita, ("Funny Games", no original). Engraçado como sempre mudam completamente o título de um filme na tradução, não? Tudo bem, às vezes fica até melhor, como neste caso, mas na (grande) maioria das vezes fica completamente ridículo, vide o besteirol Todo Mundo Em Pânico...

Mas então, sobre o filme: eta troço perturbador!

Ok, talvez nem tanto, mas o terror psicológico imposto consegue dar um bom clima de claustrofobia.

Eu já to super acostumado a assistir filmes de terror, na grande maioria bobinhos, seguidos de uma mesma fórmula: todos com um começo super parecido, um meio ligeiramente diferente, e um final totalmente óbvio...

Mas este não: é diferente. Acho até que não se enquadra bem no gênero 'terror', embora tenha cenas perturbantes. Até demais, eu diria. Realmente tem coisas que às pessoas (incluindo eu) não gostam de assistir em um filme: agressão contra animais, mulheres, e crianças.

E neste caso tem os três. Além dessas cenas desagrádaveis, o filme é muito lento. Barbaridade, chega a parecer que a história não se desenrola. Uma cena demorar um pouco mais até é legal. Mas quando a cena fica ali, congelada, sem acontecer nada de mais, durante um/dois minutos, várias vezes, é meio irritante, vamos combinar...

E o escolhido foi você... Blam!

Por outro lado, como já foi dito, é um filme que tenta não ser só mais um filminho "B" esquecido numa prateleira escura nas lacadoras. Não dúvido que não se torne um 'cult'. Muita gente gosta de filmes diferentões. E este têm desde cenas das quais o personagem "fala com a câmera", até uma espécie de 'rebobinação da vida real'. Doido não?

Aconselhável pra quem não se importa com cenas fortes com crianças, com ação mais focada nas expressões e no diálogo, Violência Gratuita tende a ser oito-ou-oitenta, do tipo gosta ou desgosta.

2 Comentários:

Blogger Gabi & Lucas disse...

Amor meu tão inteligentão!*_*
Quando eu ser jornalista da zero-hora(sonhando e babando,hsuahusa)vou deixar TU escrever minhas redações...
Hahaha...
Tah e ai preguiça?Prossiga!!!

17 de janeiro de 2009 18:49  
Blogger Lucas Di Marco disse...

A parte das crianças me deixou com uma vontade incontrolável de ver.

Acho que sou psicopata.

16 de abril de 2010 06:38  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial